Estou em: Início / Fumaça de motores a diesel entra na lista de substâncias cancerígenas da OMS

quarta-feira, 13 junho, 2012 - 10:26

Fumaça de motores a diesel entra na lista de substâncias cancerígenas da OMS

Particulas emitidas por motores são capazes de causar sérios danos à saude, segundo a entidade

 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) incluiu a fumaça gerada por motores com ciclo Diesel na lista de substâncias que podem causar câncer de pulmão e também de bexiga. A justificativa é que um estudo realizado pela entidade demonstrou que há uma série de componentes nos gases que ainda não são controlados como deveriam.

Apesar do foco da indústria automotiva estar na redução de emissão de dióxido de carbono (CO2), em favor da redução do efeito estufa, e de se obter sucesso neste sentido, a OMS aponta que diminuir o lançamento de tal componente à atmosfera não necessariamente reduz a nocividade dos motores aos habitantes do planeta. Ela aponta ainda que a busca por menores índices de CO2 aumentou a quantidade de material particulado e óxido de nitrogênio (NOx) emitidos, ainda que a indústria esteja se movendo para reduzir também estes números. Prova disso é a adoção de filtros de partículas (FAP), que já chegaram inclusive ao Brasil.

Com a nova pesquisa, a OMS deve pressionar governos para modificar as legislações voltadas às emissões dos motores, tirando o foco do CO2 e passando-o para NOx e partículas. No entanto, enfrentará a rejeição dos fabricantes, que já solicitam à União Europeia, por exemplo, uma nova maneira de medir a nocividade dos motores, a fim de reduzir um pouco a pressão por propulsores mais modernos e, claro, maiores investimentos neste sentido.

Texto: Matheus Q. Pera

 

Images