Estou em: Início / Salão de Pequim terá modelos limpos nos estandes

quinta-feira, 17 abril, 2008 - 13:45

Salão de Pequim terá modelos limpos nos estandes

Principais novidades vêm das fabricantes chinesas

O Salão de Pequim continua ganhando a atenção da imprensa de todo o mundo, pelo número de novidades mostradas por lá. A novidade da vez é a grande oferta de veículos movidos a eletricidade ou etanol, criados por fabricantes locais. Algumas empresas da China já demonstraram interesse em desenvolverem seus próprios modelos híbridos e agora os planos começam a ganahar força. Como a China deverá ser o país que mais polui no planeta dentro de alguns anos, as fabricantes já desenvolvem os modelos para o futuro. Great Wall, BYD e Shanghai-Maple foram as primeiras a divulgar informações.

Great Wall Hover Hybrd

O utilitário-esportivo Hover, que deve começar a ser vendido no Brasil ainda este ano, acaba de ganhar uma versão híbrida desenvolvida para o mercado chinês. Conhecido por ser inspirado em veículos consagrados de grandes marcas (Hilux SW4 na dianteira, por exemplo), o Hover traz um novo sistema de propulsão. Ele também conta com uma pintura especial, com o fundo em um tom de azul claro e diversos adesivos.

O motor do Hover Hybrid é um 2,4 litros, o mesmo utilizado em outras versões. Este, porém, recebeu modificações mecânicas e na central eletrônica do motor e conta com o sistema Stop&Start (que desliga o veículo em longas paradas), além de trabalhar em conjunto com um propulsor elétrico. Com o uso destas novas tecnologias e novos componentes mecânicos, o modelo híbrido é até 15% mais econômico que um Hover convencional.

O Hover Hybrid também conta com outros componentes para garantir melhor funcionamento e economia do modelo. Ele é equipado com uma transmissão automática de seis velocidades, que busca melhorar a eficiência energética. Com as modificações, o Hover Hybrid consegue atender às normas de emissão de poluentes Euro IV. Apesar disso, o desempenho foi prejudicado, como a velocidade máxima de 160 km/h.

Great Wall Peri EV

Apesar de não ser comercializado em mercado algum exceto o chinês, o Peri é conhecido mundialmente por sua inspiração no Nissan Note (há quem diga que se pareça com o Fiat Panda). No Salão do Automóvel de Pequim, o modelo contará com uma versão mais limpa e ecologicamente correta, batizada de EV (de "Electric Vehicle"). Esta versão do compacto abandonou os motores movidos a combustão e adotou um completamente elétrico, como seu nome sugere.

Com este propulsor único, o monovolume alcança 130 km/h, números normais para um modelo movido somente a eletricidade. Sua autonomia é de cerca de 180 km e a alimentação é feita por baterias de íons de lítio. Elas são de última geração, mais rápidas e seguras, e 70% de sua carga pode ser feita em uma tomada comum em apenas 10 minutos. Ou seja: são 89 centavos de euro por cada 100 quilômetros rodados. Economia de combustível e respeito ao meio ambiente exemplares.

BYD e6 Elec

Outra famosa fabricante chinesa, a BYD apresentou sua versão movida somente a eletricidade, desenvolvida na carroceria de um novo monovolume, o e6. De porte médio, a minivan antecipa o que também será utilizado no sedan F6, já previsto para ser lançado ainda este ano na República Popular. O desenho do novo modelo da BYD lembra bastante o da Honda Odyssey, mas tem seu toque de personalidade chinesa.

O e6 Elec se destaca por funcionar completamente com baterias e pelos planos da marca de o veículo ter autonomia próxima a 300 km, meta atingida por poucas empresas. Com tecnologia de ponta, o recarregamento de 80% das capacidades das baterias é feito em apenas 15 minutos e as baterias ficam sob o banco traseiro, para melhor proteção dos equipamentos em caso de colisão. Seu desempenho também parece ser melhor que o de muitos automóveis elétricos, com aceleração de 0 a 100 km/h em 10 segundos e velocidade máxima de 160 km/h. O modelo é tão avançado que poderá chegar ao mercado chinês em menos de dois.

Shanghai-Maple Huapu E85

A Shanghai-Maple nunca se destacou pela beleza de seus automóveis ou por obter sucesso dentro do mercado local. Mas ao menos está preocupada com o meio ambiente, como mostra este veículo que a empresa lança durante o Salão de Pequim. O grande destaque da marca é o Huapu E85, movido a etanol E85 (85% etanol, 15% gasolina), que reduz a emissão de poluentes e, muitas vezes, barateia o custo por quilômetro rodado.

O Huapu é baseado sobre a plataforma do Citroën ZX, mas ganhou carroceria três-volumes como a da foto (o mesmo aconteceu com o Elysée, vendido pela marca francesa na China). O modelo da Shanghai-Maple só lembra o ZX pelas laterais, pois dianteira e traseira foram inteiramente modificadas. O modelo ainda se destaca por um amplo espaço interno e pelo compartimento de bagagem de alta capacidade.

Com relação ao motor, ele foi convertido para queimar E85 ao invés de gasolina. Apesar de a Shanghai-Maple não ter divulgado números, sabe-se que o consumo e os números de desempenho aumentam com relação aos outros veículos movidos com combustível fóssil. Outros cinco modelos da empresa chinesa também ganharão a opção de motor movido a E85.

Texto: Matheus Q. Pera

Veja mais notícias da seção

" class="clear-block block block-image_pager">

Images