Estou em: Início / Honda lança Fit 1.5 S no Brasil

terça-feira, 15 janeiro, 2008 - 23:10

Honda lança Fit 1.5 S no Brasil

Versão conta com kit esportivo para pequeno monovolume

O Fit, monovolume da Honda, é conhecido por ser campeão em satisfação dos clientes e pelo sucesso que obtém no mercado nacional, com longas filas de espera para entrega de veículos 0km. Prestes a ganhar nova geração, já flagrada pelo AutoDiário (leia aqui), o modelo acaba de ganhar uma versão com apelo esportivo, equipada com o mais potente motor de sua gama. A novidade vem para dar um último gás nas vendas do Fit, antes da chegada de sua nova geração.

Como é de praxe nas fabricantes de todo o planeta, a Honda está lançando a versão 1.5 S para conquistar aqueles últimos clientes da atual geração. Outro objetivo é comercializar os motores de 1,5 litro já produzidos, que ainda são movidos apenas a gasolina, para deixar a nova geração, a ser lançada em outubro, no Salão do Automóvel, com a tecnologia bicombustível. O propulsor é capaz de gerar 105 cv e confere um ótimo desempenho ao monovolume e o torque de 14,2 kgfm (4.800 rpm) é suficiente para transportar o Fit. A Honda oferece o câmbio manual de cinco velocidades para o 1.5 S, mas há a opção de transmissão automática continuamente variável (CVT).

As principais novidades para esta versão "esportiva" (como é quase que uma tradição no Brasil de ficar apenas com a esportividade no visual) do Fit são as novas saias laterais, o pára-choque traseiro redesenhado, com spoiler integrado, e a nova grade frontal sem o característico friso. Para completar o apelo esportivo do 1.5 S, há detalhes prateados no aparelho de som, nas maçanetas internas, na alavanca de câmbio e nos comandos dos vidros elétricos e o volante conta com revestimento de couro.

A versão 1.5 S está limitada a mil unidades, de acordo com a Honda, e é oferecida em quatro cores diferentes: Prata Global, Grafite Magnesium, Vermelho Rally e Preto Nighthawk. A marca japonesa oferece dois anos de garantia sem limite de quilometragem e cobra R$ 54.625 pelo 1.5 S com câmbio manual e R$ 59.020 pela versão equipada com a transmissão CVT.

Texto: Matheus Q. Pera

Veja mais notícias da seção

Images